04 janeiro 2011

banda sonora de viagem 6#



Em aditamento, um poema sobre a fantasia, a imaginação e tudo o que neste quarto se tem dito sobre as tretas que inventamos na nossa cabeça. Dedicado, claro está, à outra blogueira deste espaço, que se senta, nesta senda, "next to me", como diz o cantor :)

FANTASIA

Despedacei tanto sonho
ao correr atrás da vida,
que tendo-a por mim segura
e com ela os meus segredos
vi que deixava perdidas
as razões desse correr,
e que tendo enfim a chave
já perdera a fechadura.

Adolfo Casais Monteiro(1908-1972)

3 comentários:

EBernardes disse...

Muito obrigada, minha amiga! É um prazer fazer estas viagens contigo. Beijo

©carmen zita disse...

O caminho sem ti seria bem mais duro, acredita.

(cházinho quente e mel para ti)
:)

Raquelsav disse...

há deles que são giros, metafísicos, engraçados, que soam bem... há deles metricamente perfeitos... há-os também descuidados... mas depois há aqueles poemas com os quais nos identificamos e que lemos repetidamente sem nunca os esgotar... não conhecia este.. obrigada.